NotíciasPolítica

Frente Parlamentar de Acompanhamento da Duplicação da RSC-287 realiza audiência pública na próxima quinta-feira

Santa Cruz do Sul – A Frente Parlamentar de Acompanhamento da Duplicação da RSC-287 da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, capitaneada pelo vereador Rodrigo Rabuske (PTB), vai realizar audiência pública na próxima quinta-feira, dia 27, no Plenário Vereador Nilton Garibaldi, a partir das 18h. A Frente Parlamentar é composta ainda pelos vereadores Leonel Garibaldi (Novo), atual secretário da Frente, Nicole Weber (PTB) e Daiton Mergen (MDB).

Estão convidados a participar a Concessionária Rota de Santa Maria, responsável pela execução da obra, a comunidade em geral, além de lideranças comunitárias, como vereadores, prefeita, deputados, secretários, e representantes, a fim de realizar um debate sobre os desafios e soluções relacionados ao projeto viário.

O presidente Rodrigo Rabuske (PTB), justificou o encontro como sendo num momento propício em função da recentemente uma troca de direção na Sacyr, empresa responsável pela administração da rodovia. A audiência pública será uma oportunidade para que autoridades e representantes dos diversos níveis de governo possam debater de forma transparente e participativa os desafios, impactos e perspectivas desse projeto. “Estamos preocupados com muitas questões. Por isso, precisamos utilizar da audiência para ouvir a comunidade e propor soluções”, salienta Rabuske.

Saiba mais

A duplicação da RSC-287 está sendo muito esperada pela população de Santa Cruz do Sul e por toda a região central do estado. A via é um meio essencial para alavancar o processo de crescimento e desenvolvimento de várias regiões do Rio Grande do Sul e, de maneira especial, de Santa Cruz do Sul. Esta obra trará novos investimentos e incrementos na economia, garantindo o transporte e escoamento da produção, além de proporcionar maior segurança aos que nela trafegam.

A iniciativa da criação da Frente Parlamentar para acompanhar as obras se justifica devido à confirmação da Rota de Santa Maria, atual concessionária responsável pela administração da rodovia e executora do projeto de duplicação, do início da duplicação em junho de 2023.

Existe a necessidade de implantação de um maior número de retornos, rótulas e passarelas, ou até mesmo a implantação de vias marginais à RSC-287, a fim de que sejam observados os acessos necessários para manutenção do intenso trânsito inter-regional existente às margens da RSC-287 no trecho de Santa Cruz do Sul.

Caso não sejam observados os fatores sociais e de mobilidade nas vias vicinais à rodovia a obra pode prejudicar uma série localidades e moradores da região.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo